Notícias do Município de Três Barras

“Monitoramento da qualidade da água em viveiros” pauta capacitação com piscicultores

“Monitoramento da qualidade da água em viveiros” pauta capacitação com piscicultores

Capacitação com piscicultores aconteceu em uma propriedade na localidade de Colônia Tigre. Imagem: Divulgação Epagri.

A localidade de Colônia Tigre sediou no dia 04 de abril, mais uma etapa do projeto de incentivo à piscicultura no interior do município.

O programa é uma iniciativa do Governo de Três Barras, por meio da secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com a Epagri.

Dessa vez, a ação reuniu criadores de peixe na propriedade do casal Pedro e Odete de Oliveira, onde foram repassadas orientações sobre como manter a qualidade da água (turbidez, PH e oxigênio de dissolvido) nos viveiros.

Temas relacionados a políticas públicas voltadas à piscicultura e a importância do constante monitoramento da qualidade da água nos tanques, além da apresentação de equipamento aerador e seus benefícios para a melhora da produtividade, pautaram o evento coordenado por Fabiano da Silva Alexandre, técnico responsável da empresa Giraqua Aquacultura de Resultado.

As frequentes ações promovidas junto aos produtores cadastrados são, na opinião do secretário João Francisco Canani Júnior, fundamentais para o aprimoramento e fortalecimento do ramo. “Esse acompanhamento e motivação dos piscicultores vem ocorrendo desde o ano passado”, informa.

Ao destacar a importância da parceria que o município mantém com a Epagri, o secretário lembra que a piscicultura tem recebido atenção especial por se tratar de uma atividade alternativa para a geração de emprego e renda no campo. “É um ramo com grande potencial de crescimento”, assegura.

A secretaria de Agricultura também foi representada pelo funcionário Élson Roberto Harschel. O evento teve a participação dos engenheiros agrônomos Alexandre Agarie, Danilo Sagaz e Gilberto Neppel, servidores da Epagri.

No mês de março foram realizadas visitas técnicas nas propriedades dos criadores de peixe que, em outubro do ano passado, haviam adquiridos 15 mil alevinos de oitos espécies e a preços acessíveis, por intermédio dos parceiros do projeto.

Naquela ocasião, os técnicos analisaram aspectos relacionados ao manejo e alimentação utilizada na criação dos alevinos e avaliaram a qualidade da água dos viveiros.

O programa terá novas etapas na sequência dos meses, tais como reuniões técnicas, seminários e capacitações visando à melhoria da produtividade.

Publicado por: Assessoria de comunicação em 12/04/2018

Veja algumas fotos desta notícia


Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal