Notícias do Município de Três Barras

Vacinação contra o Sarampo segue até 13 de março; Dia D será neste sábado

Saúde
Vacinação contra o Sarampo segue até 13 de março; Dia D será neste sábado


Começou nesta segunda-feira, 10 de fevereiro, e segue até o dia 13 de março mais uma campanha de vacinação contra o Sarampo.

Crianças de 6 meses a adultos de até 49 anos fazem parte do público alvo desta nova etapa da mobilização.

A vacina está disponível em todas as unidades básicas de saúde (UBS) do Município de Três Barras, de segunda a sexta-feira das 08h às 12h e das 13h10 às 17h.

Na UBS Dr. Mário Mussi, no distrito de São Cristóvão, a sala de vacina ficará aberta também aos sábados, até às 19h, durante todo o período da campanha.

O Dia da D contra o Sarampo acontece neste sábado (15), em todas as UBS da cidade e do interior, com atendimento das 08h às 17h, sem intervalo para o almoço.

Para receber a dose a pessoa deve estar portando a caderneta de vacinação e o cartão SUS.

 

Esquema de doses:

- Crianças de 6 meses de vida: dose zero

- Crianças de 1 ano de idade: primeira dose

- Crianças de 1 ano e 3 meses: segunda dose

 

Adulto que não tomou as doses ou não tem certeza de que esteja vacinado:

- Até 29 anos de idade: precisa ter tomado duas doses

- De 30 a 49 anos de idade: precisa ter tomado uma dose

 

Febre amarela

A vacina contra a Febre Amarela está sendo ofertada em paralelo à campanha contra o Sarampo. “A morte de dezenas de macacos no Estado indica a presença do mosquito transmissor da doença e isso é preocupante”, frisou a enfermeira Kátia Reis, responsável pelo setor de Imunizações da Vigilância Epidemiológica do Município.

Segundo ela, a população deve estar ciente de que a atualização vacinal é fundamental no combate contra a Febre Amarela. “É uma doença grave, de rápida evolução e que pode levar a pessoa até à morte”, alertou.

Crianças devem ser vacinadas a partir dos 9 meses, com reforço aos 4 anos de idade. “Lembramos aos pais que a segunda dose é fundamental para que a proteção seja garantida. A criança que ainda não recebeu o reforço deve ser levada a unidade de saúde o mais breve possível”, observou a enfermeira.

Publicado por: Assessoria de comunicação em 11/02/2020

Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal