Notícias do Município de Três Barras

Unidade de Saúde da região central será aberta na próxima segunda-feira

Saúde
Unidade de Saúde da região central será aberta na próxima segunda-feira

Imagem: Arquivo PMTB.

A partir desta segunda-feira, 12 de agosto, a Unidade de Saúde Leocádio Ribeiro abre suas portas à população residente nas áreas de abrangência do centro da cidade de Três Barras e dos bairros Zilda Pacheco/Argentina e Jardim Rio Negro.

A medida, segundo o prefeito Luiz Shimoguiri, atende a uma reivindicação da própria comunidade que aguardava pelos atendimentos de saúde mais próximos de suas casas. “Agora os pacientes não precisarão mais se deslocar até as unidades de saúde dos bairros Vila Nova e João Paulo II”, lembra.

O horário de funcionamento da unidade será das 07h às 17h, que contará com atendimentos de médico clínico geral e pediatra; imunização; curativo, inalação, observação, testes rápidos e de pezinho; enfermagem e nutricionista. O local também contará com farmácia e ofertará outros atendimentos básicos em saúde, como visitas domiciliares e a autorização de exames e procedimentos solicitados pelos médicos.

Para tornar o prédio apto a receber a unidade de saúde, o atual Governo do Município teve de investir mais de R$ 700 mil entre obras de infraestrutura - algumas delas ainda em andamento – e aquisição de mobiliário.

Projetada e construída pela antiga administração municipal para receber até ambulâncias no segundo andar do prédio, a obra que havia custado em torno de R$ 600 mil – sendo R$ 406 mil originários do Governo Federal – ganhou repercussão nacional por, curiosamente, ter sido entregue no final de 2016 sem contar com a rampa de acesso.

Escadas que ficam na parte de traz do prédio - para o uso exclusivo de funcionários - eram, até então, o único acesso ao segundo andar antes da construção da rampa em concreto armado pelo atual Governo do Município. “O espaço deixou de ser ocioso a partir da conclusão desta rampa, que garante circulação segura para pedestres, cadeirantes, pessoas idosas e com mobilidade reduzida”, frisou Shimoguiri.

Devem ser finalizadas em breve as obras na parte inferior do prédio, que está sendo preparado para receber a Vigilância Epidemiológica e alguns outros serviços prestados pela secretaria municipal de Saúde.

Também estão em ritmo acelerado as obras de construção dos acessos e estacionamento no entorno da unidade de saúde. O local receberá pavimentação asfáltica, paisagismo e iluminação.

Assim que for finalizado, o prédio que abriga a unidade de saúde custará em torno de R$ 1,3 milhão, se somados os valores aplicados pela antiga e atual administração municipal.

 

 

Publicado por: Assessoria de comunicação em 09/08/2019

Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal