Notícias do Município de Três Barras

‘Resto de asfalto’ é retirado e compactado para garantir fluidez em entroncamento do centro

Viação e Obras
‘Resto de asfalto’ é retirado e compactado para garantir fluidez em entroncamento do centro


A precariedade do asfalto no entroncamento das Ruas Prefeito Pedro Merhy Seleme e Prefeito Emiliano Uba, no centro de Três Barras, motivou a prefeitura a tomar uma decisão radical para mesmo que, provisoriamente, fosse garantida a segurança e a fluidez do trânsito.

Na tarde desta quinta-feira, 02, homens e máquinas da prefeitura trabalharam na retirada do asfalto que ainda existia no local. O material foi espalhado e na sequência compactado sobre a via.

O secretário de Viação e Obras, Francisco Farias, informa que a medida é paliativa e emergencial até colocação de nova massa asfáltica. “O que existia no local era resto de asfalto”, frisa.

Ele explica que o fluxo pelo local é intenso, principalmente, de caminhões carregados que têm como origem e destino cidades do Estado do Paraná. “Veículos leves ou pesados tinham que realizar manobras arriscadas para desviar os buracos, fazendo com que o risco de acidentes fosse eminente. Espero que agora a circulação transcorra normalmente”, disse.

Uma das preocupações do atual governo é com a malha viária do município. Prefeito Luiz Shimoguiri reclama das condições em que herdou as ruas do centro e bairros, além das estradas do interior. “Diversos pontos estão intransitáveis por falta de manutenção e conservação. Ruas há pouco tempo asfaltadas já apresentam problemas”, lamenta.

O prefeito já iniciou conversações com uma empresa especializada em pavimentações asfáltica a fim de realizar uma operação tapa-buracos na cidade. A ideia inicial é recuperar toda a extensão da Avenida Rigesa, que corta a cidade e onde há intensa circulação de veículos.

Na avenida, inclusive, já foram feitos alguns testes no asfalto próximo ao trevo de acesso a WestRock Florestal. “E ir, dentro das possibilidades, atendendo outras ruas que também estão precárias”, esclarece.

Problema

Para Shimoguiri, a conservação da Avenida Rigesa só será possível após a construção do anel viário que pretende tirar o fluxo de veículos pesados do centro. “Ao contrário, ficaremos a todo tempo tapando os buracos”, observa.

Há duas semanas, durante visita do secretário de Estado de Assuntos Estratégicos à região, o prefeito pediu a intervenção de Cesar Souza (PSD) junto ao governador Raimundo Colombo (PSD), a fim de que recursos sejam disponibilizados para a execução da obra. “O contorno é uma prioridade regional, tanto que vem sendo discutida constantemente nas reuniões da Amplanorte e sua construção é apoiada por todos os prefeitos de municípios associados”, garante.

Publicado por: Assessoria de comunicação em 02/02/2017

Veja algumas fotos desta notícia


Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal