Notícias do Município de Três Barras

Exposição e apresentações culturais marcam 1ª Mostra de Talentos do Caps Viva Bem

Saúde
Exposição e apresentações culturais marcam 1ª Mostra de Talentos do Caps Viva Bem

Apresentação de capoeira foi uma das atrações da Mostra realizada no Caps.

Momentos de emoção e superação marcaram a 1ª Mostra de Talentos promovida pela direção, equipe multiprofissional e pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Viva Bem, de Três Barras, nessa quarta-feira (14).

Pela manhã, convidados puderam visitar a exposição de peças confeccionadas pelos pacientes nas aulas de marcenaria, como sofás de madeira, mesas de centro e porta livros e revistas que já integram o mobiliário do prédio no cantinho da leitura.

Outra exposição que chamou a atenção foi a de peças de artesanato feitas em tecido e retalhos, além de produtos cultivados e colhidos na própria horta da unidade.

Em outro momento, o público assistiu a apresentações culturais. Professores na escola municipal João Pacheco de Miranda Lima (Caic), os irmãos Adriano e Isabel Küchler cantaram alguns sucessos da música sertaneja. 

Motivados, pacientes das oficinas de dança e de capoterapia também mostraram talento e foram bastante aplaudidos pelo público. A programação ainda contou com declamações de poesia e o relato de uma paciente sobre a importância do Caps na sua recuperação.

Coordenadora do Caps, a enfermeira Maria Emília Jubanski destacou o comprometimento de toda a equipe na busca dos cuidados com a saúde mental e reinserção social dos pacientes. “São profissionais unidos e que trabalham com muito amor”, acrescentou.

Ainda de acordo com a coordenadora, as recém-criadas oficinas de capoterapia e de marcenaria ajudaram a despertar habilidades nos pacientes, antes desconhecidas pelos próprios profissionais e familiares. “Evoluímos muito, principalmente durante esse ano com os apoios que estamos recebendo do município”, observou.

Conforme a secretária municipal de Saúde, Raquel Cunher Vieira, o Governo do Município é sensível às necessidades do Caps e tem procurado atender a todas as solicitações encaminhadas pela direção e equipe. “Apesar de estar ligado à pasta de Saúde, o Caps tem contado com o auxílio das demais secretarias municipais”, garantiu.

Os equipamentos utilizados nas aulas de marcenaria, como lixadeira, serra tico-tico, pistola de pintura, parafusadeira e outros, foram adquiridos pelo Governo de Três Barras, por meio da secretaria municipal de Saúde.

O Governo do Município fez ainda a compra de ferramentas e demais utensílios que são usados nos serviços de jardinagem e na horta que fica no entorno do prédio.

A sala que abriga as novas oficinas de dança e capoterapia receberam tatame emborrachado e espelho, também cedidos pela administração municipal. 

À tarde, a programação foi repetida, dessa vez para os familiares dos pacientes.

 

 

O Caps

 

Situado na Avenida Abrahão Mussi, no distrito de São Cristóvão, o Caps é um espaço dedicado ao tratamento de pessoas que sofrem com transtornos mentais graves e/ ou severos, alcoolismo e dependência química. Seu funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h.

Dos 480 cadastrados, 70 participam ativamente dos grupos de terapia intensivos e semi-intensivos que visam à reinserção social, o cuidado da saúde mental e a troca de experiência entre a equipe multiprofissional e os próprios pacientes.

A equipe multiprofissional é composta por médico em saúde mental, psicóloga, assistente social, farmacêutica, enfermeira, técnico de enfermagem, nutricionista, professor de educação física, professoras de artes, professor de capoterapia, estagiária, recepcionista, auxiliar administrativa, cozinheiras e auxiliares de serviços gerais.

O Caps ainda oferece oficinas de atividade física e de artesanato, com ênfase na pintura em tecido e bordado, desenho, costura tricô, crochê, confecção de flores de papel e bonecos de pano, utilizando na sua maioria material reciclável.

 

Algumas Oficinas

- Artesanato: estimula a imaginação, criação, autoconfiança e coordenação motora. Espaço acolhedor recebe os pacientes para roda de conversas e a realização de trabalhos manuais, proporcionando a interação entre todos os participantes.

- De Beleza: a fim de melhorar a autoestima dos pacientes e ajudá-los no combate à depressão, são realizadas limpeza de pele, além de serviços de manicure, maquiagem e penteados.

- Dança: é uma terapia na qual, sob a orientação de um profissional de artes, os pacientes tem a oportunidade de descontrair, demonstrar alegria e se expressar através de uma série de movimentos corporais.

- Papietagem: técnica onde se aplicam várias camadas de cola e jornal a fim de criar uma superfície rígida e firme, transformando-a em diversos objetos. É uma prática ecológica que, por ter o papel como ingrediente base, reaproveita algo que poderia ser descartado como lixo.

- Capoterapia: terapia alternativa de tratamento curativo na medicina alopática, como a prevenção de doenças cardiovasculares, respiratórias, locomotoras e psicológicas. Cria hábitos saudáveis e produz equilíbrio emocional, reduz o cansaço físico crônico e aprimora o convívio familiar e de sociabilidade em grupos.

Publicado por: Assessoria de comunicação em 14/11/2018

Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal