Notícias do Município de Três Barras

Ato voluntário garante reparos na Chaleirinha, uma das relíquias do Museu

Cultura
Ato voluntário garante reparos na Chaleirinha, uma das relíquias do Museu

Coordenador do Museu Carlos Eduardo Fiolek, Izídio Moretti e Euclides França junto a locomotiva. Em outra imagem, grupo de visitantes que compareceram ao Museu. Imagens: Divulgação.

Quem visita o Museu Municipal de Três Barras se encanta com a riqueza de seu acervo fixo, hoje com 350 peças.

Seus objetos, fotos e documentos remetem à história do Município, da Railway Southern Brazil Lumber and Colonization Company, Estrada de Ferro São Paulo/Rio Grande do Sul e Guerra do Contestado, além da mítica envolvida na tradição do povo da região.

Uma das relíquias do Museu do Patrimônio Histórico de Três Barras é a Chaleirinha, locomotiva a vapor do ano de 1913, que era usada pela Lumber no transporte de madeira beneficiada, da serraria aos pontos de empilhamento.

Recentemente a máquina recebeu adequações em sua escada, facilitando assim o acesso dos visitantes à cabine, que também teve o chão reformado.

Morador do bairro Zilda Pacheco/Argentina, Izídio Moretti foi o responsável por realizar os serviços. “Por ser conhecedor da história do Município, aceitei a tarefa com muito amor e dedicação”, afirmou.

Solicitante dos reparos, secretário de Educação, Cultura e Esporte, Antônio Tsunoda, enalteceu o ato voluntário do tresbarrense. “Só temos que agradecer e exaltar a atitude do seu Izídio, dizendo que ações como esta servem de exemplo para que outras pessoas também possam colaborar, de alguma forma, com a sua cidade e sua gente”, frisou.

Também atento aos fatos que marcaram a história de Três Barras, Euclides França, popularmente chamado de Sprito, acompanhou os serviços e disse estar satisfeito com o que viu. “Sem dúvida alguma, o seu Izídio fez um excelente trabalho. Dá até orgulho ver a Chaleirinha assim”, salientou.

Visitas

Segundo o coordenador do Museu, Carlos Eduardo Fiolek, só neste ano foram registradas 1781 visitas. Já há o agendamento de outras 294 pessoas para os próximos meses. “É gratificante receber os visitantes. Muitos veem de cidades da região e até de outros Estados”, explicou.  

O Museu está localizado na Rua Lumber s/n°, na antiga Estação Ferroviária do Município. Está aberto de segunda à sexta-feira, das 08h às 12h e das 13h10 às 17h. Aos sábados, domingos e feriados o local atende somente por agendamento, através do telefone: (47) 3623-1137.

 

 

Publicado por: Assessoria de comunicação em 03/09/2019

Veja algumas fotos desta notícia


Veja mais notícias


Encaminhe suas reclamações, denúncias, solicitações e sugestões.
Tire suas dúvidas. Acesse a ouvidoria Municipal